Sunday, October 14, 2007

Disco Lag

A plateia do Teatro Miguel Franco em Leiria está repleta de um preto pardo, entra em palco um louro com perfil de SS, olha o público, acena a cabeça educadamente e os espectadores acordam, instalando-se o silêncio. O ecrã anuncia In The Nursery, de imediato segue-lhe o seu irmão clone, que arrebenta com as peles dos tambores marciais, um outro músico ocupa-se discretamente de restos de bateria. A música introdutória assinala o aparecimento da cantora que enverga um corpete que lhe acentua o excesso de peito, não se reflecte na cantoria, fantasmagórica por acidente do destino. Por vezes as programações e os acordes do teclado do SS geram redundância, apesar de espelharem um psicadélico pechisbeque que as impregna de um encanto decadente onde por vezes se vislumbra tons de beleza, por vezes tão tépidos, que aceleram o tempo. «The last time I was here I was pregnant!» surge a filha do Tim Burton, que sofre com a vertigem do espaço vazio e do som excessivo, mas não larga a pandeireta que marca um ritmo infantil.

In The Nursery, Teatro Miguel Franco, 12 de Outubro