Monday, August 4, 2008

Stonehenge

Fundo de verde submergido em formol com a inscrição “Combine Harvester” e sob este título, duas locomotivas do início do século passado. Surge um quarteto de punks que semeavam Picadilly Circus, com o cabelo espetado e alfinete a perfurar a face, a escarrar e a prostituir-se por um charro. Transformados em Sex Pistols por Malcolm McLaren, estilizados por Vivienne Westwood, incendeiam os jornais ingleses com reacções radicais contra o sistema profundamente conservador. Estão a tocar no palco principal do festival Indie de Paredes de Coura, com a cerveja ao preço da gasolina. Johnny Rotten, o cabecilha do gang, veste calça de padrão inglês e uma t-shirt, sobre a camisa larga e negra, com a legenda Sex Pistols, para que não restem duvidas! A bateria tem as cores da Union Jack, que filia a Commonwealth, são os punks! “I am an antichrist, I am an anarchist, Don’t know what I want but, I know how to get it, I want to destroy the passerby ‘cause I wanna be anarchy! No dogs body!” São uma película radiofónica de Londres de 1977, e depois? “God save the Queen, She ain't no human being, There's no future, In England's dreaming”, quando trepou pelas tabelas de venda o nome da canção foi censurado, era a revolução? “No future for you” era o que os Sex Pistols ofereciam, nada mais. “Obrigaaado Portugal”, abre os braços e suspende-os a ironizar, movimenta-se como um boneco alcoolizado, rotinado a ir ao bombo onde emborca da garrafa de whisky, e esborrifa para o ar, num chuveiro dourado, mais um elemento cénico com origem num gesto tresloucado, desdentado, balofo que se desloca juntando os bicos dos sapatos de verniz, abre os olhos para exorbitar as orbitas e ganhar a dimensão suicida, enraivecida. A insultar constantemente os técnicos de som, e a censura a dois espontâneos, recebe o aviso: “Don`t you ever do that! This is my place, there is yours!”, e aponta para o vale preenchido de rostos que não reagem, num corte de um fotograma do passado que não querem reviver. Steve Jones, carrega na distorção, ecoando os acordes de uma geração que usava suásticas como elemento decorativo, pintava os cabelos de vermelho, sujo, lixo, história: Johnny Rotten, bateu com o microfone na cabeça, bum, bum! SEX PISTOLS!

Festival Paredes de Coura, Sex Pistols, "Combine Harvester", 31 de Julho