Wednesday, July 22, 2015

Pink Elephants

Surge Mick Harvey no palco do Centro Cultural de Ílhavo em redor do qual estão quatro músicos—teclado/guitarra, bateria, baixo electrico, teclado/Guitarra eléctrica, a que se somam duas jovens cantoras: uma é loura a outra morena; e um quarteto de violinos—homenageiam o génio tumultuoso de Serge Gainsbourg, e concomitantemente o espectáculo reporta aos álbuns “Intoxicated Man” e “Pink Elephants” do cantor australiano que se apresenta: “I`m Mick”. O que se poderá relatar sobre este concerto baptizado de "Intoxicated Man: Mick Harvey performs the Songs of Serge Gainsbourg”? Há duas componentes distintas mas que inevitavelmente se encontram intimamente ligadas: a banda revelou-se segura mas inconsistente; a segunda: a voz de Mick Harvey, que tal como a da sua companheira Xanthe Waite, ficaram consubstancialmente abaixo do exigido--inicialmente ainda se pode supor que o culpado é o técnico de som da mesa da frente-- mas este aspecto foi-se gradualmente agravando e inexplicavelmente deteriorando. A lírica de Serge Gainsbourg é em determinadas canções muito palavrosa, encontra-se inscrita numa versatilidade poética recheada de imagens tão sedutoras quanto decadentes; e este último ponto raramente foi aflorado em Ílhavo. Uma pena. Antes de iniciar a “The Barrel of Mine 45”, um elemento do público tenta desestabilizar Mick Harvey que é um ex-Bithday Party, ex-Boy Next Door, ex- Nick Cave and The Bad Seeds: “You are a bad seed”; o silêncio cavalheiresco de Mick Harvey foi por este quebrado: “Past or present?”, de seguida discursou dizendo que não se sentiu minimamente incomodado com o grito, e encetaram numa vertente blues com domínio do órgão e do baixo. A verdade é que os pormenores instituidos pela banda e pelo quarteto de violinos, raramente encontraram uma consistência que daí resulta-se em algo próximo das melodias escritas pelo chanteur francais da mítica década de sessenta do século XX. Em “Je T'aime... Moi Non Plus” aproximaram-se continuamente do original e com os violinos a canção fluiu maravilhosamente; o dueto entre Mick Harvey e Xanthe Waite quase se aproximou dos de Serge Gainsbourg e da Jane Birkin. Há que salientar que quando Mick Harvey tocava congas aproximava-se de Slim Gaillard descrito por Jack Kerouac em “On the Road”, sendo assim não se lhe pode imputar falta de concentração durante o espectáculo: "Intoxicated Man: Mick Harvey performs the Songs of Serge Gainsbourg”, pena que os excelentes músicos que o acompanharam tenham sido capazes de apenas as recriar, incapazes de lhes incutir uma alma nova.

Intoxicated Man: Mick Harvey performs the Songs of Serge Gainsbourg, Mick Harvey, 22 de Julho, Centro Cultural de Ílhavo @ Ílhavo